Viajar sozinha é um sonho ou uma ambição para muitas mulheres. No entanto, tirar isso do imaginário e transformar em realidade é um processo difícil. Isso porque há limitações como o medo em relação a segurança e, muitas vezes, a questão financeira também pode ser uma barreira.

As limitações são reais. O medo está diretamente ligado à segurança. Infelizmente, além do medo da criminalidade que todos estão sujeitos, as mulheres ainda tem que enfrentar os constantes assédios. Além disso, a questão financeira também é uma barreira. No Brasil, os salários dos homens são cerca de 30% superiores aos das mulheres, de acordo com pesquisa do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Sabendo de todas essas questão, as irmãs Larissa Degon e Dandara Degon fundaram, em 2014, a Woman Trip. A comunidade oferecer para as mulheres recursos para que essas possam viajar sozinhas. “Vivemos em uma sociedade que ainda é extremamente machista. E, desse fato, surgem praticamente todos os impedimentos para que uma mulher deixe de viajar sozinha, por exemplo,  vergonha pelo o que os outros poderiam pensar ou dizer, medo de sofrer algum tipo de abuso, receio de não conseguir se virar em um local estranho, etc”, explicam.

A Woman Trip possibilita que mulheres viajantes do mundo todo possam se conectar. Desta forma, quem está viajando sozinha pode encontrar outras mulheres para passear, conhecer o destino. O objetivo é que essa sinta-se mais segura. “Por meio do site, a mulher se cadastra e tem acesso ao perfil de várias outras mulheres viajantes e pode conecta-se com elas. Também temos um grupo fechado no Facebook”, destacam.

A comunidade também oferece para as afiliadas descontos em vários estabelecimentos, ou seja, uma ajuda para quem está com orçamento apertado. “São várias as empresas que também compartilham das ideias da Woman Trip e conosco fazem parcerias. Sendo que, a maior parte dessas empresas, fornecem descontos exclusivos para as mulheres afiliadas da Woman Trip. São hotéis e hostels no Brasil, Argentina, Chile e Uruguai; academias de ginástica; escola de idiomas; fornecedores de produtos naturais, etc”, comentam as fundadoras.  

Para conseguir todos os recursos da Woman Trip, a viajando deve tornar-se filiada. Desta forma, é necessário realizar um cadastro no site, escolher a opção de pagamento, semestral no valor de R$40, ou anual no valor de R$60. Após isso, a filiada recebe seu cartão e pode desfrutar de todas as vantagens.

Crédito da imagem: Matthias Zomer / Pexels

Faça um comentário