No último sábado do ano de 2016, levei meu filho, de um ano, para conhecer São Francisco Xavier, uma cidadezinha do interior de São Paulo, no Vale do Paraíba. A cidade em si é uma graça, é aquela típica delícia de cidade do interior, com o povo sentado na praça da matriz contando seus “causos” aos turistas.

Durante o tempo que passei, vi muitos restaurantes que me pareceram aconchegantes e há também pousadas bem no centrinho, mas eu fui mesmo pra conhecer as cachoeiras. Fui na cachoeira Pedro David que fica bem próxima ao centro, em torno de 4km, e não paga pra entrar. Estava beeeem cheia e o sol estava com toda sua potência em cima de nós, mas estávamos preparados com filtro solar, repelente e água.

A cachoeira tem muitas quedas e é bem extensa, dá para descer bastante e a trilha, que fica ao lado, tem degraus e um corrimão até onde fomos. Alí, muitos poços são formados entre uma queda e outra, então dá pra entrar com a cria. 

A água é uma delícia de gelada e refrescante. Luan Sócrates, meu baby, se assustou com o barulho da água e com a quantidade de pessoas, apesar de ser bastante acostumado com multidões. Mas logo que me viu entrar, se acostumou e não queria mais sair.

Na cachoeira existe uma área reservada para piquenique. A estrada é bem sinalizada. Fui de carro, mas percebi ônibus no trajeto. A cidade fica próxima a São José dos Campos e no caminho dá pra conhecer também a pequena cidade de Monteiro Lobato que possui muitas Emilias e Visconde de Sabugosa na entrada.

Voltando pra casa resolvi parar numa bica de água mineral, e do outro lado vi o rio formando um baita poço com uma areia na margem. Não resistimos  e fomos dar um mergulho bem gostoso naquela água clarinha com vários peixinhos ao redor. 

Como pode ser identificado pelo meu relato, conhecer cachoeira é uma ótima opção para quem tem baby e quer uma viagem tranquila e com muito contato com a natureza.

Imagem ilustrativa. Crédito: Pixabay

Faça um comentário