Como é ser vegetariano e visitar países que só comem frango? É um pouco difícil, mas não impossível. Afinal, ser vegetariano não é fácil em nenhum lugar (pelo menos dos quais eu conheço, e falo isso da minha própria cidade, São Paulo). Eu diria que a melhor maneira dos ovolactovegetarianos, lactovegetarianos, vegetarianos e veganos ficarem bem durante as suas viagens, é fazendo a própria comida. Portanto, escolham sempre hostels que possam cozinhar, pois é mais prático, seguro, barato e sustenta.

Embora o movimento esteja crescendo, em alguns países, principalmente nos periféricos, ainda é um assunto novo. A maioria da população consome MUITA carne, e por vários motivos que não cabe aqui mencioná-los. É bem difícil sair na rua e procurar um restaurante que esteja se renovando. Alguns não sabem que carne não é só carne vermelha. Por exemplo:

“Tem algo sem carne? ” “Opa, tem sim! Tem esses aqui de frango, calabresa… Tá fresquinho, pode levar!”

Não é maldade, é falta de informação mesmo. Mas nada é impossível. Como eu já disse, nós conseguimos prosseguir com a nossa escolha de não comer carne. Confesso que às vezes eu penso se eu poderia “escapar” dos meus princípios e provar dos alimentos típicos, é tão cultural, antropológico e sabe-se lá quando eu vou voltar. A ideia passa pela minha cabeça, mas, logo vai embora.

Viajante vegetariano: algumas pedras no meio da caminho

Imagem: Fernanda Durazzo / acervo pessoal

Não conheço muitos países neste mundo (ainda), mas dos lugares que passei, as cidades grandes são as que relativamente acompanham esse novo fenômeno, mas ainda é difícil. E bom, por quê? Sucre na Bolívia, por exemplo, tem uma rua com restaurantes com opções vegetarianas incluídas, mas não são restaurantes vegetarianos. E a razão desse “milagre” é a forte presença de europeus na região.

Problema: eu (pelo menos) sou uma ovolactovegetariana pobre. Geralmente, nesses restaurantes, a comida é absurdamente cara, outras nem tanto, mas no final, acabo por optar em comer pão, pizza ou a famosa banana.  Será sempre mais difícil. “Cê” vai rodar alguns quarteirões procurando por um simples prato de almoço, mas olhando pelo lado positivo, enquanto isso, você conhece a cidade.

Ainda em Sucre, tem um restaurante vegano/vegetariano ótimo! Eu deixei para ir no último dia. Era caro, mas parecia ser muito bom. O ambiente só tinha de fato os gringos como consumidores, nacionais mesmo só os atendentes. Eu pedi o mais barato. Uma “espécie” do nosso x-salada com queijo vegano. Pedi que incluíssem um ovo frito. No prato, tinha folhas de alface, tomate e cebola, tudo bem temperadinho… E minha deusa! Eu comi como se não houvesse o amanhã!!! Foi caro? Foi. Mas eu quase pedi outro. Acho que uma vez não tem problema, certo?

Outro caso ocorreu na Bolívia. Tinha um restaurante Chinês, único que eu achei que pudesse me ajudar. Pedi esse prato de comida da foto. O ovo não era incluído, eu tive que pagar à parte. A comida foi toda alterada. Era carne com legumes, e eu pedi que deixassem só os legumes, ou seja, um prato personalizado. Três dias comendo a mesma coisa, oleosamente bom, e eu sobrevivi. Os funcionários já me conheciam, e cochichavam quando eu entrava no restaurante: “Lá vem a vegetariana”.

Um outro “problema” para os vegetarianos na Bolívia é que existe aquele preconceito, e às vezes bem verdade, sobre a qualidade dos alimentos da Bolívia: legumes e saladas são quase proibidos para algumas pessoas, a água é duvidosa… várias coisas que são ditas (por isso que eu disse ser seguro você fazer a própria comida). Eu comi tudo o que eu podia: salada, legumes crus, suco e não tive nenhuma intoxicação alimentar. Foi sorte? Sei lá. Deu certo.

Enfim, não desista dos seus sonhos se pretende “virar” um vegetariano. É difícil, mas é um privilégio poder escolher a própria comida. Vá em frente. Use a cozinha do hostel. Aproveite e faça novos amigos chamando-os para jantar.

Confira algumas opções de restaurantes que conheci 

Imagem: Fernanda Durazzo / acervo pessoal

  • Omphalos Café Restaurant Vegetariano

Endereço: Calle Bolivar 107, Arequipa, Peru

  • La Vega – Restaurante Vegano – Vegetariano

Endereço: Dir. Calle Bolivar Nº 606 esquina c/ Avaroa. Santa Cruz de La Sierra – Bolívia.

  • Condor Café – Comidita Vegetariana

Endereço: Calle Bolivar & Calvo – Sucre – Bolívia.

Observação: Nos passeios que incluem almoço, não esqueça de avisá-los que é vegetariana!

Faça um comentário