Setembro de 2017, alguns dias depois de um furacão entrar com tudo na Flórida, nós duas desembarcamos felizes e contentes na Terra da Magia. Não era a minha primeira vez, nem a segunda, nem a terceira… mas era a primeira vez da Ana, minha esposa, em Orlando, e eu queria que tudo fosse mais que perfeito!

Todas aquelas promessas de dias encantados, de magia saindo pelos poros, eu queria fazer acontecer. E dá um trabalho! Meses de pesquisa, marcação de Fastpass, reserva de restaurantes com personagens, programação de Halloween… ufa! Cansativo, mas prazeroso.

Nossa trajetória na terra da magia

Começamos por onde a gente ama: Hollywood Studios. Vimos a tropa do Star Wars passando pelo parque, nos encantamos com A Bela e a Fera, viramos crianças na terra do Toy Story e eu vi aquele brilho no olhar da Ana, aquele que por meses eu planejei ver.

Depois vieram outros parques: Animal Kingdom, Epcot Center, Magic Kingdom, Universal Studios… A cada passo que dávamos a nossa felicidade ia se tornando um dos nossos momentos inesquecíveis de vida. Cada centavo guardado, cada “não” para coisas materiais, cada restaurante trocado por um filminho em casa valeu a pena. Foram vários “nãos” para um maravilhoso “sim”.

Foram dias tão encantadores, que às vezes nos pegamos conversando sobre algum detalhe que vivemos e sentimos um pouquinho de melancolia, aquela vontade de estar de férias de novo e poder retornar ao encontro do Mickey Mouse.

Talvez essa mistura de felicidade e melancolia seja nossa força motriz. Talvez seja isso que nos faça acordar cedo, trabalhar bem, fazer nossas economias e ir riscando devagarinho o mapa-múndi. Quem nunca fez as malas, não sabe a felicidade que é comprar as passagens. E para ver aquele brilho no olhar, eu sou capaz de rodar o mundo.

Faça um comentário