Lago di Barcis: um paraíso de água entre montanhas no norte da Itália e que você precisa conhecer. Apesar de não ser um ponto turístico famoso, o local oferece infraestrutura, água apta para banhos e prática de esportes. Além de uma paisagem deslumbrante que ficará na sua memória para sempre.

Viajar é sempre uma oportunidade de conhecer lugares novos para você, mas também lugares desconhecidos para a grande maioria dos viajantes. Quando eu viajo, acho muito interessante ter conhecidos ou fazer amigos que moram no local, pois é assim que a gente descobre lugares, pessoas e vive situações que não seriam possíveis se a gente estivesse somente como turista no local ou dependendo de guias.

Todo mundo que vive numa cidade, seja nato, que já vive há muito tempo no lugar ou apenas alguém que tenha uma rotina ali pode te oferecer uma visão diferente e mais realista de como é a vida neste local. Nem todo mundo quer saber como é viver na cidade x, mas posso garantir que é sempre legal ver e sentir os lugares com outros olhos além dos olhos de turista. É como se projetar e ficar pensando como seria a sua própria vida ali.

Conhecendo a região do Friuli com os moradores

Na minha temporada na Itália e na espera pela minha cidadania, eu pude visitar uma família de amigos dos meus pais que moram no país há muitos anos e passear com eles pela região em que eles moram: a região do Friuli. 

Localizada no nordeste da Itália, a região é limitada ao norte pela Áustria, a sul e a leste pela Eslovênia e a oeste pela região italiana do Vêneto. É composta pelas províncias de Gorizia, Pordenone, Triste e Údine, sendo Trieste a sua capital.

Chegamos na cidade em que eles moram, nas montanhas, num domingo pela manhã e depois logo partimos para o passeio que quero compartilhar com vocês: o Lago di Barcis.

Os 50 tons de azul e verde no Lago di Barcis

Lago di Barcis. Imagem: Raísa Casagrande / acervo pessoal

O Lago di Barcis é um lago artificial e um ponto de exploração de energia hidrelétrica criado em 1954. Ficou conhecido por ter se tornado um centro de esportes aquáticos como windsurf, vela e barco a motor. Mas o que mais impressiona é a coloração da sua água, uma mistura incrível – e quase inacreditável – de tons de azul e verde.

O Lago é envolto por montanhas – e, acreditem, montanhas que ainda continham um restinho de neve no cume mesmo em abril, ou seja, na primavera italiana – e por uma área verde incrível muito bem aproveitada pelos moradores da pequena Comune de mais ou menos 350 (!) habitantes e pelos moradores das cidades próximas.

Segundo meus amigos, no verão, o Lago é sempre lotado por famílias e grupos de amigos que passam o dia se divertindo, fazendo piqueniques e aproveitando a linda paisagem. Além, é claro, do pessoal que aproveita para praticar os esportes aquáticos ou apenas banhar-se já que a água é própria para o banho.

Enquanto caminhávamos, notei que além da estrutura geral do Lago ser muito boa, eles oferecem banheiros, mesas e locais para os visitantes preparem suas comidas. Uma estrutura pensada para oferecer conforto além da paisagem surreal que o local oferece.

A Comune a qual pertence o lago, apesar de muito pequena, também oferece uma variedade de restaurantes e cafés que proporcionam bons momentos de lazer. Como é um local mais conhecido entre os italianos e as pessoas que moram na região, não se encontra muitas informações sobre esse local na internet, o que dificulta um pouco em dar informações mais precisas sobre hospedagem e meios para chegar lá.

Minha experiência para chegar no lago

Raísa Casagrande / acervo pessoal

O que posso informar é que eu cheguei via trem, parando na Estação de Pordenone, capital da Província de mesmo nome. Saímos em direção à cidade de Maniago – mais ou menos 15 minutos de carro – e desta cidade são 16km até o Lago.

Esse é um daqueles locais que a gente se sente abençoada por ter tido a oportunidade de conhecer. Nada turístico, mas com uma vibe única e uma beleza indescritível. Com certeza é um dos lugares mais lindos que já vi. Se você tiver oportunidade, visite!

Mais informações sobre o Lago di Barcis podem ser encontradas no site oficial da Comune de Barcis.

Faça um comentário