Fazer intercâmbio, assim como toda viagem, é transformador. Isso já parece clichê de tanto que li e ouvi a respeito antes de embarcar para a minha própria aventura. E, realmente, esse negócio tem um poder fora do comum sobre nossa visão sobre o mundo.

Porém, contudo, não são apenas flores! Há lados bem difíceis sobre a viagem que ninguém ou quase ninguém fala. Por isso, me comprometi a pensar em 5 lados ruins e 5 lados bons que ninguém me falou antes de realizar o intercâmbio.

Lados ruins

Homestay: quando você está pesquisando as opções para acomodação, todos indicam homestay como a opção que trará a verdadeira experiência de intercâmbio por meio da convivência com uma família local. A verdade é que nem toda família está disposta a proporcionar essa experiência ou tem tempo de estar realmente com o intercambista. Então, considere também outras opções!

Solidão: por mais que você conheça muitos amigos o tempo todo e sempre tinha algo para curtir e conhecer, o intercâmbio é um processo muito solitário. Em determinados momentos, apenas você sabe pelo que está passando e pessoas que poderiam compreender aquilo estão a quilômetros de distância. Mas, calma, respira e tenha seu tempo.

Dinheiro: quando você fala para amigos e familiares que vai fazer um intercâmbio, principalmente para países da América do Norte, o pensamento geral é que você vai fazer um arrastão de compras. Mas não é bem assim, o poder do nosso dinheiro é baixo e, se você não ganha em dólar, os preços não vão ser tão atraentes.

Comida:na moral, a comida é muito diferente e até mesmo os fast foods da vida, que são ótimos, são diferentes. Comer comida de verdade tem um custo alto e, no geral, as opções que restam são lanches.

Choque cultural: quando você entra em contato com outras culturas e visões de mundo, o choque e o conflito são inevitáveis. Questões sobre a sua própria cultura, vistas sobre outras perspectivas, nem sempre vão te fazer feliz e, certamente, você fará o mesmo com pessoas de outros países.

Lados bons

Choque de cultura: pera aí, sua doida, você não acabou de falar que era um ponto negativo? Sim, é! Mas é também extremante positivo. A partir do momento que você entra em contato com visões completamente diferentes das suas, seu olhar se amplia e passa a ser mais solidário e empático com questões de outros locais do mundo. Suas opiniões melhoram, vai por mim.

Crescimento pessoal: os momentos de solidão podem parecer desesperadores, mas servem para reflexão e autoconhecimento. Nesse momento, é você com você! O crescimento e amadurecimento, independentemente da sua idade, são exponenciais.

Ganhar o poder de ser virar nos 30:aqui eu percebi que para tudo se dá um jeito, por pior que a situação pareça! Então, calma, você vai passar por essa!

Abertura da mente: além do idioma e de outras culturas, você passa a ter contato com informações e conhecimentos que passariam batidos em outras situações, proporcionando uma expansão da mente.

Amigos:eles são a melhor e a maior parte dessa experiência. São eles que vão compartilhar todos os momentos da sua viagem e serão sua família quando precisar de uma. A partir do momento que se escolhe fazer intercâmbio pode ter certeza que levará com você um pedaço de cada um que conhece e dá uma parte de você também. Amigos de outros países que certeza serão para a vida toda!

Curtiu nosso artigo sobre o que você deveria saber antes de realizar um intercâmbio? Curta nossa página no Facebook e siga nosso Instagram.

Faça um comentário