Se você gosta de estar conectada com natureza, sentir o vento no rosto, colocar os pés no meio do mato, sentir o sol na cara, já posso garantir que esta dica de destino é para você! Que tal dar um passeio em Cunha? Nunca ouviu falar? Pois bem, vem comigo que eu explico!

Cunha, é a maior cidade do estado de SP em território, e está aproximadamente 220 km de São Paulo na divisa de SP e RJ. Além do vasto território, o destino é conhecido também por suas cerâmicas criadas desde a época dos índios tamoios que viveram ali e até hoje são fontes de renda para o comércio da região.

Não podemos esquecer da beleza indescritível do Lavandário e o aroma agradável que fica no ar misturado com clima fresco da cidade. Cunha ainda é conhecida pelo ecoturismo, pelas cachoeiras de águas cristalinas e as trilhas de diferentes níveis no Parque Estadual da Serra do Mar. Mas não há dúvidas que sua maior beleza é a Pedra da Macela, como uma vista espetacular para o litoral e as montanhas que a cerca.

Pedra da Macela: um passeio em Cunha

Pedra da Macela está há 1840 metros de altitude a vista lá de cima é simplesmente impressionante. Você consegue ver as cidades de Paraty, Angra dos Reis e Ilha Grande onde o céu se perde e encontra o mar. Sem contar a vista para as montanhas que constituem a Serra do Mar, um território totalmente preservado. Muitas pessoas escolhem subir no final da tarde para aproveitar o pôr do sol e contemplar as estrelas ali de cima. E vale lembrar que as melhores coisas da vida são de graça. Por isso, é possível aproveitar o espetáculo totalmente gratuito.

Como chegar?

Saímos cedo para aproveitar o dia lindo de verão, pegamos a Via Dutra sentido Rio de Janeiro e utilizamos a saída 65 para Guaratinguetá e seguimos em frente pela estrada Cunha-Paraty que está em ótimas condições de uso, pois foi recentemente pavimentada. E, é como dizem o mais importante que chegar é o caminho e esse merece muita atenção, pois é totalmente rodeado de montanhas com pequenos bairros no meio do percurso. Enfim, seguimos sentido Paraty por aproximadamente 27km desde o centro da cidade até a saída no km 66 para estrada de terra à esquerda até a subida da pedra. É necessário parar o carro próximo ao portão de acesso à subida e descer um ponto em diante, pois o caminho é feito a pé.

A Subida

São 2000 metros de subida, íngreme e com um asfalto desgastado. Por isso, é importante que você use roupas confortáveis, vá de tênis e não esqueça do protetor, pois há poucas sombras pelo caminho. Eu também aconselho a levar uma mochila com água e frutas para se hidratar durante a subida, pois não há nenhum tipo de comércio ali. Se você não pratica esportes regularmente não se preocupe. É possível subir! Inclusive enquanto descansávamos durante a subida encontramos um grupo de idosos que estavam descendo e que nos incentivaram a continuar.

 

 

Faça um comentário