POA Eco Hostel: um lugar tranquilo para se hospedar em Porto Alegre

Imagem: Nathalia Marques, no POA Eco Hostel (acervo pessoal)

Porto Alegre era um destino de passagem para mim. Eu estava com uma viagem agendada para Gramado , mas só consegui passagem para determinado dia. Com isso, tive que ficar quatro dias em POA. Não deu outra.  Vi a situação como uma oportunidade para conhecer mais a cidade e passar dicas para vocês. A primeira, de uma série de outras, é sobre hospedagem.

Assim que soube que teria que passar quatro dias em Porto Alegre, comecei a pesquisar as opções de hospedagens e cheguei no POA Eco Hostel. Logo de início, o que me chamou atenção foi a localização e depois a piscina (eu amo lugares com piscina). No entanto, quando cheguei lá fui surpreendida com muito mais coisas bacanas.

A localização é algo que preciso destacar novamente. O POA Eco Hostel fica na Cidade Baixa, um bairro boêmio, com muitos bares e restaurantes. Nesse bairro, é possível comer e beber bem. Quem curte uns barzinhos pode aproveitar para fazer um happy hour. Além disso, caminhando um pouco mais de três minutos há um supermercado e uma parada onde é possível pegar ônibus para diversos lugares da cidade.

Outra questão importante é que o staff é composto por uma galera bem legal e pronta para ajudar no que você precisar. O hostel ainda conta com área social que proporciona interação entre os hóspedes (e tem piscina – só para não perder o costume de exaltar isso). Ah, e não posso esquecer de comentar que o café da manhã também é bom.

O que você vai encontrar no POA Eco Hostel

No POA Eco Hostel, você encontrará uma cozinha com tudo o que é necessário para fazer uma comidinha. Caso não tenha vontade de cozinhar, o hostel vende pizza, refrigerante, cerveja e etc.

Você também terá, assim que chegar, uma chave do quarto e um cadeado (também com chave) para o locker (que é bem espaço, inclusive). Achei o fato dos quartos serem trancados, algo bacana, pois oferece mais segurança. Além disso, Wifi é liberado e funciona relativamente bem. Tive um problema com o funcionamento no andar de cima, mas assim que mencionei foi resolvido.

Enfim, de forma geral, gostei bastante do hostel. Foi bem legal estar um lugar com boa localização e com uma galera alto astral. No fim, acho que o local fez minha viagem muito melhor. E você, já se hospedou no POA Eco Hostel? Conta sua experiência nos comentários.

*Nathalia Marques ficou hospedada por meio de uma parceria entre o POA Eco Hostel e o M pelo Mundo.

Faça um comentário
Sou jornalista de formação e conto com passagens por diversos veículos de imprensa. No entanto, foi como repórter de turismo que encontrei minha paixão. Sou feminista e em 2015 decidi juntar jornalismo, viagem e empoderamento feminino para criar o portal M pelo Mundo.

Leia também:

Aviso

A reprodução total ou parcial do conteúdo publicado no M pelo Mundo, sem a autorização do site, é proibida pela Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998.