O Rio de Janeiro não é só praia e funk

Feira Hippie Ipanema - Rio de Janeiro - Brasil - Foto: Alexandre Macieira | Riotur

Não, eu não fui para o Rock in Rio, mas estive agora em setembro no Rio de Janeiro e como boa amante de praia e funk, caminhei pelo calçadão de Copacabana, peguei um sol na Praia de Ipanema e fui para o centro rebolar a raba no Espaço Acústica sem ser importunada por héteros. Que delícia!

Essa foi minha segunda vez na cidade maravilhosa, com um amigo e uma amiga que mora lá, e os passeios que citei acima, foram também os mesmos que fiz na primeira vez que visitei a cidade. Até o hostel eu repeti, o El Misti, em Copacabana. Eu acho o preço bacana, ele é bem localizado e para quem tá viajando sola as redondezas são tranquilas e as chances de fazer amizade com os outros guests é garantida.

Como praia e balada, em geral, são as principais dicas para quem vai ao Rio, decidi indicar dois programas que não vejo serem muito divulgados e que eu adorei fazer.

Roteiro alternativo no Rio de Janeiro

No domingo pela manhã fui conhecer, com meu amigo, a Feira Hippie de Ipanema, realizada todos os domingos na Praça General Osório. A feirinha existe desde a década de 60 e há barracas de todos os tipos, com preços variados e com artigos de boa qualidade. Deu para comprar uma brusinha bem linda por 35$ e uma torta de banana deliciosa por 5$. Tem também vários artistas expondo e vendendo seus quadros. Mesmo que não se tenha interesse em comprar nada, eu recomendo o passeio. Para chegar nós fomos a pé do hostel, mas quem quiser ir de metrô, por exemplo, tem uma estação exatamente na praça, com o nome da mesma.

À noite fomos ao Teatro Poeira assistir o monólogo Mata teu Pai, com a atriz Débora Lamm. Só a atuação de Débora é um êxtase à parte. Que mulher-espetáculo! Sua personagem está febril e tem urgência em falar para as mulheres sobre a sua vida, sua febre e sobre a necessidade de rebelião contra a ordem patriarcal.  Todo o espetáculo foi produzido por mulheres, desde o texto até a iluminação. O teatro, inclusive, foi fundado por outras duas atrizes talentosíssimas, Andréa Beltrão e Marieta Severo.

O espetáculo fica em cartaz no Teatro Poeira até 29 de outubro. De quinta a sábado começa às 21h, e no domingo, às 19h.  Com lista amiga pelo Facebook eu paguei 25$.

E aí, mulherada, vamos viajar e nos rebelar?

Faça um comentário
Fabiana Araújo
Escritora e viajante apaixonada. Feminista, adora incentivar outras mulheres a viajarem sozinhas 🙂

Aviso

A reprodução total ou parcial do conteúdo publicado no M pelo Mundo, sem a autorização do site, é proibida pela Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998.