Festa “Mulheres Viajantes” acontece no próximo sábado, dia 16, em SP

Imagem: Pexels

No próximo sábado (16), acontecerá, em São Paulo, “Um ano de Mulheres Viajantes”, uma festa promovida pelo projeto homônimo junto à agência VAMOS, voltada para mulheres, no Hostel Alice.  O evento ocorrerá das 16h às 22h com entrada gratuita. Em tempo, as organizadoras, Thaís Carneiro (MV, também colaboradora do M pelo Mundo) e Nathaly Fogaça (VAMOS) estarão recolhendo doações de ração para cães e gatos para o projeto AADC.

O projeto Mulheres Viajantes surgiu em 2016, como uma forma de resposta ao incômodo com a cobertura da imprensa sobre o assassinato das turistas argentinas no Equador. Diante disto, ele se construiu a partir de relatos de mulheres que viajam sozinhas e/ou entre mulheres.

Com o fortalecimento da participação das mulheres, o projeto se expandiu para as ruas, se desdobrando em mais um: o Mulheres Viajantes vai às ruas, que consiste na promoção de rodas de conversas entre mulheres viajantes ou que se interessam pelo tema. Promovido em São Paulo, Curitiba e Rio de Janeiro, o MV agora comemora um ano de existência com uma festa!

Confira a programação completa do Um ano de Mulheres Viajantes

[música]

18h Duo Jaciara

 

[discotecagem]

Kfireee

[dança]

20h Sisterhood Project

[live paiting]

Karina Beraldo

 

[exposição de fotografia]

Camila Pastorelli

 

[foto]

Ila Audrey

Izabella Cardoso

[filmagem]

Kátia Caliendo

 

[comidinhas veganas]

Ateliê VIPE

 

[instalação artística]

Mulheres Viajantes

 

[oficina de mini jardins]

Happy Garden l Mini-Jardins

[cobertura do evento]

M pelo Mundo

 

+ S O R T E I O S

| VAMOS

| Bordaduo

| Ateliê VIPE

| Asas Abertas l Helia Lin

| Plana – Turismo de Experiência

| AADC – Amigos dos Animais Dançam e Cantam

 

+ D O A Ç Ã O

Traga 1 kg de ração seca ou molhada para gatos e/ou cachorros para AADC – Amigos dos Animais Dançam e Cantam

 

Faça um comentário

Aviso

A reprodução total ou parcial do conteúdo publicado no M pelo Mundo, sem a autorização do site, é proibida pela Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998.