Conheça algumas dicas que podem ajudar a economizar no intercâmbio

Imagem: Phduet / Freepik.com

A cada ano cresce o número de pessoas que buscam fazer intercâmbio ou que optam por enviar os filhos para morar um tempo no exterior, e isso é um reflexo do interesse em aprender outros idiomas e expandir a visão de mundo que é cada vez maior. Acompanhando esse movimento crescente dos últimos anos, Cleverson Cassel, da empresa CambioReal elaborou sete dicas que vão ajudar aos interessados a se preparar para essa que pode ser uma das viagens mais esperadas e desejadas na vida. Confira:

 1- Defina a sua hospedagem antes de sair do Brasil:

Antes de qualquer viagem é fundamental pesquisar muito bem o local da hospedagem. No caso do intercâmbio, viagem para estágio e similares isso se torna ainda mais importante, já que a estadia na cidade é por um período maior. Vale a pena verificar se algum familiar ou amigo mora no novo país por exemplo, reduzindo assim os custos e ficando em um local de confiança.

2 – Economia com alimentação:

Por se tratar de uma necessidade, a alimentação pode pesar muito no bolso, mas não precisa ser assim. “O ideal é pesquisar bem os pontos de alimentação e comer nos mesmos lugares em que quem mora na cidade há mais tempo, afinal eles conhecem o lugar melhor do que qualquer estrangeiro, não é mesmo?”, destaca Cleverson.

3- Baixa temporada:

Se possível, opte por viajar fora da alta temporada de turismo no país, afinal esse fator aumenta drasticamente os gastos que serão investidos durante a sua estadia.  “É interessante também buscar países fora do senso comum, que possuem uma demanda menor de estudantes, afinal geralmente países menos procurados oferecem menores preços”, afirma o especialista da CambioReal.

4 – Estágio + intercâmbio:

Alguns países oferecem a opção para o aluno estagiar durante o intercâmbio, ajudando nos gastos gerais além de iniciar a carreira fora do país. “Esse é um dos motivos que tornam a Irlanda, por exemplo, tão atraente para pessoas do mundo todo”, explica Cleverson.

5 – Descontos e gratuidades:

Fique atento às gratuidades em atrações locais. Além de verificar os descontos especiais para estudantes como meia entrada em eventos ou cinemas. E é claro, passagem gratuita em transporte público oferecidos por algumas cidades.  

6- Pacotes: 

Após definir o destino e hospedagem, é interessante pesquisar e estudar aos pacotes oferecidos por empresas especializadas em intercâmbio.

7 – Finanças pessoais:

“Agora que você já sabe como se preparar. Basta fazer as malas e não deixe de organizar suas finanças também antes de viajar. Levar um Cambiocard (cartão pré-pago de viagem) pode ser uma ótima opção. E se tiver um responsável que poderá enviar dinheiro para você durante sua viagem, conheça as opções de remessas internacionais. No site da CambioReal oferecemos uma simulação gratuita do serviço. Então é só aproveitar a maior viagem da sua vida!”, finaliza Cleverson. Fonte: 

CambioReal / assessoria de imprensa

 

Faça um comentário
Da redação
Somos o primeiro portal de informações e dicas de viagem para mulheres.

Aviso

A reprodução total ou parcial do conteúdo publicado no M pelo Mundo, sem a autorização do site, é proibida pela Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998.