Cias aéreas poderão cobrar para despachar bagagem a partir de março

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) aprovou nesta terça-feira (13) novas regras em relação aos serviços oferecidos pelas companhias áreas. Com as novas medidas, a partir de março as companhias poderão começar a cobrar pelo despacho de bagagem. Uma vez que não haverá mais limites de peso para despacho sem cobrança.

Anteriormente, a agência estabelecia que as companhias deviam oferecer o serviço gratuitamente para bagagens com 23 quilos em voos domésticos e 32 quilos em voos internacionais. As novas regras ainda alteram o peso da bagagem de mão que passa de cinco quilos para 10.

Outras mudanças

Com as novas medidas, o consumidor poderá desistir da compra da passagem em até 24 horas após o recebimento do bilhete aéreo, caso a aquisição seja feito com sete dias de antecedência. Além disso, a agência determina bilhetes com erros no nome e sobrenome devem ser corrigidos pelas cias até o momento do embarque. As companhias agora também são obrigadas a detalhar os valores de todos os serviços contratados, bem como taxas extras.

Crédito da imagem: Pixabay

Faça um comentário
Sou jornalista de formação e conto com passagens por diversos veículos de imprensa. No entanto, foi como repórter de turismo que encontrei minha paixão. Sou feminista e em 2015 decidi juntar jornalismo, viagem e empoderamento feminino para criar o portal M pelo Mundo.

Leia também:

Aviso

A reprodução total ou parcial do conteúdo publicado no M pelo Mundo, sem a autorização do site, é proibida pela Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998.