Couchsurfing: uma alternativa de hospedagem para mulheres viajantes

Foto: Pixabay

Couchsurfing é uma alternativa de hospedagem que vem crescendo muito nos últimos anos. A princípio, a modalidade se resumia a um site americano, conhecido como couchsurfingque reúne pessoas de várias lugares do mundo dispostas a oferecer, gratuitamente, hospedagens em suas acomodações. 

No entanto, o sucesso dessa modalidade foi tão grande que logo diversos grupos no Facebook começaram a surgir. Para a alegria das brasileiras, grupos de couchsurfing somente para mulheres foram criados. Tanto por meio da site quanto por grupos do Facebook, a modalidade de hospedagem vem auxiliando mulheres viajantes a encontrar um lugarzinho para se acomodar.

Mas será que isso é seguro? Será que vou gostar?

Apesar do sucesso, muitas mulheres ainda possuem dúvidas sobre o couchsurfing. Obviamente, isso é muito normal. Uma vez que tudo o que é novo gera muitas questões. Diante desse fato, esse artigo tem a intenção de responder as principais dúvidas sobre o assunto.

Como consigo uma acomodação via couchsurfing?

Como já mencionado, há a opção do site couch. Nesse caso, você deve criar um cadastro e buscar uma acomodação no destino que você quer hospedagem. É importante ler o perfil da pessoa que oferece o couch, para saber se existe compatibilidade, e também ler as recomendações dos viajantes.

Outra opção de conseguir couch é por meio de grupos do Facebook. Há, por exemplo, o grupo Couchsurfing das Minas. Nesse caso, você pode procurar nas postagens antigas quem está oferecendo couch ou publicar um post falando sobre onde você precisa de hospedagem, em quais datas, etc.

Couchsurfing é realmente seguro?

Garantir segurança no mundo em que vivemos é algo impossível. No entanto, há algumas medidas de segurança que podem te deixar mais tranquila. Por exemplo, pedir o endereço, telefone, Facebook, do anfitrião é uma boa. Também é uma boa enviar  esses dados para amigos e familiares e manter contato com eles. Além disso, é importante ter um outro plano, ou seja, o endereço e telefone de hostels, hotéis, caso o plano principal de errado.

Será que ficarei bem adaptada na casa de uma pessoa estranha?

Não há como responder isso com exatidão porque é algo muito pessoal. Entretanto, é importante saber que quem utiliza couch está disposta a conhecer outras pessoas e criar vivências. Caso seu plano seja viajar apenas para fazer checking em pontos turísticos, talvez seja melhor procurar um hostel. Couch é uma maneira de viajar e descobrir, não só lugar, mais culturas, formas diferentes de viver, ou seja, é uma inserção em novas realidades.

Crédito da imagem da matéria: Pixabay

Faça um comentário
Sou jornalista de formação e conto com passagens por diversos veículos de imprensa. No entanto, foi como repórter de turismo que encontrei minha paixão. Sou feminista e em 2015 decidi juntar jornalismo, viagem e empoderamento feminino para criar o portal M pelo Mundo.

Leia também:

Aviso

A reprodução total ou parcial do conteúdo publicado no M pelo Mundo, sem a autorização do site, é proibida pela Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998.