O dia em que eu usei o BlaBlaCar pela primeira vez (+ dicas de segurança para as minas)

Imagem: Pexels

Admiro muito a coragem que muitas mulheres têm em pegar carona na estrada. E, confesso que isso seria algo muito difícil para mim, pois sou medrosa. Contudo, graças ao aplicativo BlaBlaCar, pude superar um pouco o medo de pegar carona (ainda assim, jamais pegaria na estrada) e testar uma forma diferente de viajar.

Usei o Blablacar com a Fabiana Araújo, colaboradora do M pelo Mundo, na nossa viagem de Pipa (RN) para João Pessoa (PB). O percurso durou cerca de duas horas e custou R$ 30 para cada uma. 

Para quem ainda não conhece o aplicativo, o BlaBlaCar conecta passageiros com motoristas dispostos a oferecer um lugarzinho no seu carro. Mas, não é de graça, e em troca da carona o passageiro tem que compartilhar o custo da viagem.

Algo bem bacana é que a plataforma criou a opção “Só para elas”, um recurso para que mulheres possam programar viagens entre si. No entanto, não conseguimos testar essa opção por motivos de: esquecemos de verificar se havia alguma motorista com viagem programada para o mesmo destino que estávamos indo.

Ainda assim, mesmo pegando carona com um homem, a viagem foi bem tranquila. Obviamente, eu e a Fabi lemos todas as avaliações sobre o motorista e verificamos que tinham várias avalições positivas de mulheres. Por conta disso, nos sentimos mais tranquilas.

Confesso que fiquei um pouco apreensiva no início, mas depois fui percebendo que o cara era gente boa e fiquei mais tranquila. Já a Fabi estava tão de boas que até dormiu durante a viagem (risos).

 Entenda como funciona o aplicativo

Para conseguir a carona, baixamos o aplicativo e colocamos qual era a nossa localização, destino que queríamos ir e o horário que estávamos programando sair. Logo apareceram as opções de motoristas que estavam indo para o mesmo destino que nós e reservamos a carona com um deles. Após a reserva, abriu a opção de conversa, marcamos o lugar de encontro e pronto. Felizmente, o rapaz era bem responsável, chegou no momento exato e ainda nos deixou no hostel (fora da sua rota).

Dicas de segurança para mulheres

  • Leia sempre as avaliações do motorista;
  • Veja se há avalições de mulheres e o que elas dizem;
  • Tire print das informações do motorista e envie para amigxs ou familiares;
  • Peça para o motorista a placa do carro e também envie a informação para amigxs ou familiares;
  • Caso sinta necessidade, use o GPS do seu celular para saber qual trajeto o motorista está fazendo;
  • Caso o motorista cancele a reserva da carona e mande mensagem dizendo que a carona ainda está confirmada – desconfie e faça novamente o procedimento da reserva.

 

Faça um comentário
Sou jornalista de formação e conto com passagens por diversos veículos de imprensa. No entanto, foi como repórter de turismo que encontrei minha paixão. Sou feminista e em 2015 decidi juntar jornalismo, viagem e empoderamento feminino para criar o portal M pelo Mundo.

Aviso

A reprodução total ou parcial do conteúdo publicado no M pelo Mundo, sem a autorização do site, é proibida pela Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998.